[REVIEW] Primeiro post do ano e inauguração de categoria: TOP-TOP: Dicas de RPG!

Olá caros internautas!! Bom, finalmente voltarei a postar no meu querido blog sobre games e venho dizer-lhes que teremos umas novidades. São elas: parceiros e uma nova ‘categoria’ que adicionarei à lista, tal categoria chama-se ‘TOP-TOP: Dicas’. Nela, postarei um pequeno top-10, top-15, etc etc, com dicas de games de um gênero/console específico. Bem, vamos começar? O meu primeiro TOP-TOP: DICAS ééééé…:

RPG – PsOne

Pois é, galerinha, vamos dar um debulhada nos RPG’s do saudoso PS e ver o que de bom ele tem para nós!!

:!:Vanguard Bandits:!:

Vanguard Bandits conta a história do reino de Pharasitia, no continente Eptina, que sofre com diversos conflitos. Nisso, arqueologistas descobriram um mecha que pode ser comandado pelo pensamento de quem está na cabine. Os ATAC’s, ou All Terrain Armored Combatant, foram usados para pacificar o reino e assim manter a paz… mas não por muito tempo!

vanguard bandits

O game é bastante interessante, possui uma história envolvente, comandos simples e sonoridade clássica típica dos RPG’s, tendo musiquinhas enjoativas ao longo do gameplay. Durante o combate, o gamer se depara com uma situação: a visão do jogo se altera, passa de RPG simples para um game de luta 3D! Confiram:

vanguard bandits 2

:!: Brigandine – Legend of Forsena :!:

Não encontrei história na internet, mas lembro-me de que o game é baseado em tomar controle de todo o continente, controlando suas tropas e fazendo aliados para combater monstros e demônios.brigandine 1

Fadas, ghoul’s, ciclopes, unicórnios, gigantes, dragões, centauros… serão seus soldados e guerreiros nas batalhas. O interessante é, assim como o Vanguard Bandits, é a transformação do game de simples pra batalha 3D!

brigandine 2

:!: Vandal Hearts II :!:

Vandal Hearts 2 conta a história de um menino e seus amigos que, ao retornar de uma aventura na floresta, encontram sua aldeia destruída e tomada pelas chamas e encharcada com o sangue dos aldeões. O pequeno rapaz tinha uma paixão, Adele, que nunca se perdeu com o tempo. Até que muitos anos depois, o menino, hoje homem, reencontra seus amigos e sua antiga paixão…

vandal hearts 2 i

É um game apaixonante! História boa pra dedéu, sonoridade envolvente e não, não se transforma em um game de luta 3D hehehe mas o que é diferente no game – e pode ser ruim para alguns – é que você apenas joga as batalhas. Você não explora o cenário, não caça itens perdidos e escondidos, não visita lugares secretos, etc, a história se desenrola por si só, você encara as batalhas e nada mais. Ok, as batalhas são longas e um pouco cansativas, mas eu aprendi a gostar e muito deste game!

vandal hearts 2 ii

Até aqui escrevi sobre games que já joguei, testei, enfim. Agora vou listar games que pretendo conferir ainda este ano, são eles:

Suikoden I e II

suikoden 2

Ogre Battle

ogre battle 1

Bom, é isso aí. Espero que tenham gostado das dicas e que possamos compartilhar experiências gamísticas com essa pequena lista de grandes jogos.

Abraços,

Fúria

Anúncios
Publicado em Análise de games, Games, TOP-TOP: Dicas | Marcado com , , , | Deixe um comentário

[Fúria: blog sobre games] MeMe: “O que você jogou em 2012?”

Faaaaaaaaaaaala caros internautas!! =D eu animado? Magiiiiiina huahuahuah olha só, este é mais um MeMe de final de ano, fazendo repeteco do MeMe do ano anterior:

 

“O que você jogou em 2012?”

Valkyrie Profile

valkyrieprofilelenneth_psp_01

Descobri este RPG divino pelo meu primo. Ele vivia me falando sobre o game, eu, na época, não me interessava por RPG. Hoje posso falar que sou DOENTE pelo gênero! E o game não deixa a desejar em nenhum aspecto: trilha sonora boa, jogabilidade boa, visual maravilhoso e uma história impecável!! Pensa: você controla Lenneth, uma Valquíria(equivalente à uma Amazona), e desperta à mando de Lorde Odin para agrupar almas de soldados mortos em combate.

Front Mission 3

front mission 3

Outro RGP maravilhoso da Square. Este maravilhoso game conta a história de Kazuki Takemura, se passando no ano de 2112, onde Kazuki é um piloto de testes de Wanzers(robôs gigantes) da Kirishima Heavy Industries. Ele e seu amigo Ryogo são pegos em uma conspiração nacional envolvendo uma explosão que ocorre durante a visita deles à base militar de Yokosuka. A partir disso, a história se divide em 2, e cabe ao jogador escolher qual caminho seguir.

Resident Evil Director’s Cut

re dc ps1

É o primeiro RE com algumas boas diferenças, como visual novo, armas mais potentes, mais zumbis, câmeras diferentes, itens em lugares diferentes, entre outras coisas. Vale muito a pena conferir.

Final Doom

final doom

Clássico do ps1. Fãs criaram o game que foi caprichado depois pela equipe da série original! Pensa que responsa e que moral!!

Crusader: No Remorse

crusader no remorse

Game ao estilo Diablo, mas pensa numa matança pura! O personagem principal lembra o Bobba Fett hehehe. É um jogo onde a ação não para, o jogador não tem um minuto para respirar, é doideira pura!! Vale muito a pena conferir e tem para PC também.

Star Trek: Invasion

sti ps1

É fã de carteirinha de Star Trek mas não conhecia este game para o psx? SERÁ EXCOMUNGADO DA COMUNIDADE GAMER!! Hahaha brincadeiras à parte, eu nunca tinha ouvido falar de qualquer game desta série incrível, até que resolvi ligar o search e achar esta obra prima.

Ace Combat 3

ac 3

Por mais cansado que eu estivesse do Ace Combat 2, eu ainda o jogava com fervor. Até que conheci o Ace Combat 3, aliás, sempre “conheci”, mas nunca tive a oportunidade de jogá-lo, nem mesmo ver alguém jogando. Pensa que tudo o que podia ser melhorado do AC 2 foi realizado com sucesso no 3. Imagina ter missões na estratosfera para você fazer! Animal!!

Shadow of the Colossus

20060709023957-shadow-of-the-colossus-200509270253337952

O que falar desta obra prima para o Ps2? Antes eu não me importava muito com este game, mas quando parei pra jogá-lo de verdade… c@r@lho! Que jogão!! Conta a história de Wander indo para as Terras Proibidas pedir à voz que ecoa do céu dar vida de volta à sua amada Mono. Para isso acontecer, Wander precisa destruir os 16 Colossus espalhados pelo incrível cenário.

God of War 2

gow 2

Grandioso clássico do ps2. Muita pancadaria, sangue, uma história fia da mãe de boa e muitos “rostos conhecidos”.

The House of the Dead 1 e 2(PC)

hod

O que falar do “Virtua Cop” com zumbis? Hahaha era assim que eu chamava. São jogos que vale para passar o tempo.

Bom, é isso aí, galera!! Meu post resumiu-se à algumas “novidades” – modo de dizer pra alguns games que eu ainda não havia jogado ou que não jogava há tempos. Espero que tenham curtido /o/

abraços,

Fúria

Blog’s que também estão participando:

– Gagá Games e Piga (http://www.gagagames.com.br/)
– Gamer Caduco (http://gamercaduco.com/)
– Vão  Jogar! (http://vaojogar.com.br/)
– Revista Game Sênior (www.gamesenior.com.br/)
– Video Game.etc (http://videogame.etc.br/)
– The Twosday Code (http://yoritoshi.wordpress.com/)
– Passagem Secreta (http://passagemsecreta.com/)
– Cosmic Effect (http://cosmiceffect.com.br/)
– Edi (FZ2D) Retro Reviews (http://edireviews.blogspot.com/)
– Forum SEGA Forever (http://segaforever.forum-livre.com/)
– Fúria: blog sobre games (https://furia94.wordpress.com/)
– Zir0 Video Game Nerd (http://emulaziro.blogspot.com/)
– Espaço João Roberto (http://espacojoao.blogspot.com/)
Publicado em +Meme | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 12 Comentários

[REVIEW] Valkyrie Profile – Ps1

Arrow Desenvolvedora: Tri-Ace JPN

ArrowPublicadora: Square

ArrowGênero: RPG

ArrowLançamento: 2000

ArrowPlataforma: PsOne

ArrowProjetistas: Yoshinori Yamagishi, Yoshiharu Gotanda e Masaki Norimoto

 

Arrow HISTÓRIA – o jogo começa com Lenneth tendo devaneios e indo para Valhalla à pedido de Lorde Odin. O Lorde desperta Lenneth, uma Valquíria, para ir à Terra agrupar almas de soldados mortos em combate, treiná-los e melhorar seus atributos e valores e, então, enviá-los para Asgaard… pois Ragnarök está logo aí!

Arrow INTRO DO GAME

Arrow ASPECTOS GERAIS

Valkyrie Profile é um excelente game, o prende na frente da tv por horas, dias, semanas! Afinal, a cultura nórdica é muito interessante, porém no game você encontrará cavaleiros medievais, samurais, guerreiros gregos, etc. É uma mistura de culturas que vale a pena essa salada toda.

 

Seus gráficos são bonitos, a trilha sonora é muito boa e seu charmoso 2D são um atrativo e tanto! A jogabilidade não é nada complexa, tudo o que um grandioso game “de lado” pede, Valkyrie Profile tem e à mais!

 

Arrow SISTEMA DE BATALHAS

Esse é o ‘X’ maior do game. Nunca vi sistema de batalhas igual, e ainda digo mais: é um dos melhores, senão O MELHOR, que já utilizei em RPG’s! No menu, você escolherá a posição dos personagens no campo, opte sempre por colocar a Jelanda no fundo, pois ela tem HP muito baixo e ela é bastante importante para o grupo. No mais, distribua da melhor forma os guerreiros e parta para cima!

 

Para enfrentar um inimigo, aproxime-se dele e branda sua espada, e então, a batalha se iniciará. Note que cada botão está relacionado acima do personagem, pressione-o para atacar com o guerreiro desejado. No final do ataque, poderá utilizar ainda um golpe de purificação. Irá aparecer uma tela para pressionar qualquer um dos botões dos guerreiros, pressione e ele aplicará um ataque feroz ao inimigo. Poderá utilizar o golpe de purificação com todos os personagens, mas nem sempre isso será possível. Confiram:

ArrowGAMEPLAY

ArrowITENS

Os itens podem ser adquiridos através de uma “loja espiritual”, vamos por assim dizer, pois no game não haverá Blacksmith nem barraquinhas de itens para você ir visitando a cada cidade. Você gastará pontos ao invés de dinheiro. Os pontos você ganhará de Freya.

 

Arrow PERÍODOS & CAPÍTULOS

O jogo está dividido em 8 capítulos, cada capítulo tem 24 períodos. Para ouvir as lamentações e preces dos guerreiros que morrerão, pressione start para usar a concentração espiritual de Lenneth, isso gastará 2~3 períodos, e então, vá para o local marcado e gastará mais uns 3~4 períodos.

ArrowDUNGEONS & CAVES

Nem sempre você ouvirá uma alma pedindo ajuda, então, várias vezes o mapa indicará um dungeon e/ou uma cave(caverna). Geralmente são indicados após recrutar algum guerreiro, para treiná-lo posteriormente e enviá-lo à Asgaard.

Arrow PEDIDOS, SKILLS, VALUES

A cada final de capítulo, você terá de ter enviado 2 guerreiros para Asgaard. Nisso, Freya avaliará seu desempenho e fará uns pedidos, a cada capítulo ela pedirá um novo tipo de guerreiro(que saiba nadar, que use arco e flechas, etc). Ela também dirá o “valor” do guerreiro a ser enviado, isso você confere em ‘skills’, ao pausar o game. Com o tempo, Freya pedirá um atributo específico(ler mapas, marchar, liderança, etc) e os pontos após a evolução, terão de ser distribuídos diretamente nesses atributos específicos. Não é difícil, mas descobrir isso sozinho pode demorar e acarretar no seu desempenho no decorrer do game.

É isso aí, amigos, espero que tenham curtido o game

Abraços,

Fúria

Publicado em Análise de games | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

[REVIEW] Blackthorne – SNes

Arrow Plataforma: SNes(review), PC, GBA, Sega 32x
Arrow Lançamento: 1994
Arrow Gênero: Aventura
Arrow Desenvolvedora: Blizzard
Arrow 1 jogadorArrow Intro do Game

Arrow História(by: Wikipedia)

Blackthorne se passa no planeta Tuul. Thoros, o último governante, encontra-se em um dilema sobre qual de seus dois herdeiros deve ser o próximo governante. Acreditando que conseguria solucionar seu dilema, Thoros os leva para o deserto e se suicida. Seu corpo transforma-se em duas pedras – luz e escuridão – e ele dá uma para cada um de seus filhos governarem seu próprio reino. O povo da pedra da luz origina o reino de Androth, enquanto que o povo da pedra da escuridão origina o reino de Ka’dra’suul. Porém, enquanto Androth respeita a sua pedra, Ka’dra’suul rejeita a sua, e seu povo acaba sendo transformado em monstros.
Neste instante, um desses monstros de Ka’dra’suul, chamado Sarlac, cria um exército para combater o povo de Androth. Ao saber da sentença de seu povo, o rei Vlaros, de Androth, com a ajuda do mago Galadril, envia seu filho Kyle Blackthorne à Terra para salvar a sua vida. Vlaros também dá a Kyle a pedra da luz, para mantê-la a salvo.
Vinte anos depois, Kyle tornou-se um renomado comandante militar e mercenário. Após sair da prisão e enfrentar a corte marcial, Kyle começa a ter sonhos estranhos. Ele é convocado por Galadril a regressar para Tuul e salvar seu povo do domínio de Sarlac.

Arrow Jogabilidade(Comentários by: Fúria)

Arrow Andando
Blackthorne tem uma ótima jogabilidade. Pode caminhar, correr e pular(é excelente você dar um sprint e pular logo em seguida, alcança qualquer coisa).

Arrow Atirando

Para atirar, você tem que estar com a arma em punhos. Caso contrário, o personagem irá apenas saltar(Por exemplo, você nunca conseguirá subir escadas, escalar as paredes com a arma nas mãos).
E pressiona o direcional para cima e se esconda na sombra, os inimigos não o acertarão

Arrow Subindo

Em Blackthorne existem vários locais para você escalar. Quando jogamos a 1ª vez, nunca percebemos, então, fique bastante atento e sempre que chegar num dead end, procure encostar na parede e pressione o direcional para cima.

Arrow Itens
No game você encontrará diversos itens, como:

Bombas – use para explodir algumas portas!
Mosca explosiva – é uma bomba em forma de mosca, controle-o e destrua as paredes que ficam em um local onde você não consiga alcançar
Recovery – são pequenos tubos na cor azul. Utilize para ganhar algumas barras de energia
Key – são umas chaves que você utilizará para ativar algumas pontes. São um tanto parecidas com as bombas(cores idênticas: ‘corpo’ amarelo com o centro vermelho, porém as chaves tem um formato mais quadrado).

Arrow O Game(texto by: Fúria)

Blackthorne é um game excepcional, é de encher os olhos do jogador. Lembro-me de quando vi meu primo jogar Blackthorne a 1ª vez, fiquei boquiaberto! O personagem com aquela aparência magnífica, o som de sua shotgun ecoando pelas cavernas, os monstrengos parecendo trolls e também pequenos detalhes que costumo reparar: o cabelo cumprido do personagem, se move conforme você joga. Por exemplo: quando você sobe as escadas, ele abaixa um pouco a cabeça e o cabelo cai pelos ombros, só vendo mesmo pra acreditar.É importante saber que durante o game você irá se deparar com alguns personagens presos(acorrentados) ou trabalhando escravizados. Aproxime-se deles e eles lhe darão alguma informação importante, ou então um item!Terminando: joguem… mas procurem jogar com gosto!

Arrow Vídeo: Gameplay

Arrow +Imagens

Publicado em Análise de games | Deixe um comentário

[REVIEW] Shadow of the Colossus – Ps2

 

 

 

 

Arrow Desenvolvedora: Team Ico

Arrow Publicadora: SCEI

Arrow Projetista: Fumito Ueda

Arrow Plataforma: PlayStation 2

Arrow Gênero: Ação/Aventura/Puzzle

Arrow Lançamento: 2005(JP) e 2006(USA)

Arrow 1 jogador

Arrow HISTÓRIA

O jogo se passa nas Terras Proibidas, onde Wander(protagonista) e seu cavalo Agro levam a bela Mono para o Templo da Adoração para que Dormin(a voz que ecoa do céu) faça com que a alma de Mono volte para seu corpo. Para que isso aconteça, Wander terá de destruir os 16 colossus, com sua espada, espalhados pelas Terras Proibidas. Até lá, um líder xamã, com alguns guerreiros junto, tem uma visão de que Wander está no lugar proibido, e daí o líder e seus guerreiros passam a persegui-lo.

Arrow INTRO DO GAME

Arrow AMBIENTAÇÃO

Durante Shadow of the Colossus, o jogador recebe pouca informação sobre as histórias por trás dos personagens e as suas correspondentes relações. O jogo se passa em um ambiente de fantasia, com a maioria dos eventos do jogo ocorrendo dentre uma vasta península não povoada, conhecida como a “Forbidden Land” (“Região Proibida”), separada do mundo afora por uma cadeia de montanhas ao norte e pelo mar ao sul e leste. A presença de ruínas e outras estruturas antigas indicam que a área já foi povoada.

A região só é acessível através de uma fenda nas montanhas do norte, que conduzem a uma ponte gigante de pedra. Esta ponte tem comprimento igual à metade da região e termina numa entrada para um grande templo chamado “Shrine of Worship” (“Templo de Adoração”), localizado no centro do território. Entretanto, a entrada em tais terras é extremamente proibida, que é caracterizada por diversos aspectos geográficos, como rios e desertos, em adição às estruturas feitas pelo homem.

Arrow AGRO E O MEIO AMBIENTE 

O cavalo de Wander, Agro, possui um papel bastante importante no jogo. Adicionalmente à sua utilidade como meio de transporte, ele é vital para que se derrote alguns dos colossus. Existem, contudo, vários locais que ele não é capaz de alcançar. Os colossus geralmente habitam áreas separadas por água profunda ou obstáculos que devem ser escalados. Agro não pode atravessar esses obstáculos, sendo separado de Wander pelos mesmos e não participando de algumas batalhas. Nestes momentos, ele espera fielmente pelo retorno de Wander.

Arrow ASPECTOS GERAIS

Shadow of the Colossus é um game obrigatório pra quem possui Ps2, afinal, os gráficos chamativos, a história, a trilha sonora e a jogabilidade são o conjunto que faz com que este game seja uma obra épica para o console. Não tem como não ficar boquiaberto com tais gráficos! Porém o que pode deixar o jogador “balançado” é a jogabilidade, não que ela seja ruim, mas a câmera e alguns comandos confundem um pouco em algumas horas, e aí acabamos fazendo uma burrada e  lá foi-se o progresso. A peregrinação para achar um colosso também é bastante cansativo, pois o cenário é bonito porém um pouco confuso. Apenas a jogabilidade e a procura pelo próximo gigante que são os aspectos mais negativos do game, de resto não tem do que se reclamar! Vale a pena conferir.

 

Arrow VAMOS CONHECER O INIMIGO?

Os colossus do game são assustadores! Cada um se adéqua ao ambiente em que ele vive(bípedes, voadores, etc). O legal de cada colosso é sua forma  característica, cada um tem um estilo bastante interessante. Agora, difícil é detonar um bicharoco deste com apenas uma espada e um arco e flechas… Wander se torna um vermezinho que escala os bichos, parece até uma pulga! E a reação dos colossus não poderiam ser diferentes, afinal, quando começar a escalá-los, prepare-se para os chacoalhões. Chega de conversa fiada e vamos conferir um vídeo do primeiro gigante:

(Comecem a assistir a partir dos 2:00)

 

 

Bom, é isso aí!

Abraços,

Fúria

Publicado em Análise de games | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

[REVIEW] Metal Gear Solid – Ps1

Arrow Desenvolvedora e Publicadora: Konami

Arrow Plataforma: Ps1

Arrow Conversões/relançamentos: Microsoft Windows

Arrow Lançamento em: 1999(ps1) e 2000(Windows)

Arrow 1 jogador

Arrow Gênero: Stealth

Arrow HISTÓRIA – Metal Gear Solid é o terceiro jogo da série,  se passando na remota ilha Fox Island(codinome Shadow Moses), onde a FOXHOUND(grupo terrorista) lidera uma revolução e ameaça o governo dos Estados Unidos de um ataque nuclear realizado pelo mecha Metal Gear REX caso não recebam os restos mortais de Big Boss. É, então, enviado o agente experiente Solid Snake para resgatar o DARPA Chief(Donald Anderson) e o Presidente da ArmsTech(Kenneth Baker), além de cancelar o ataque nuclear realizado por REX.

Arrow O GAME e ASPECTOS GERAIS – Metal Gear Solid sucede os outros dois games para MSX, sendo este lançado para ps1. É uma obra prima! Inovador e com várias sacadas legais. Por exemplo: pise numa poça d’água que, se tiver qualquer inimigo por perto, ele ouvirá e virá ver o que acontece. Ou então você pode fazer propositalmente com que ele saia do lugar, encostando na parede(ou qualquer outro lugar, como caixas, latas, etc) e pressionar ‘bolinha’, afim de dar um leve soco no objeto em que Snake está encostado e fazer um barulho proposital.

Quando Snake é capturado, preso e torturado, retiram seu equipamento e ele fica à total mercê to clima(apesar de estar em local fechado), e então voilá: você pega um resfriado! E experimente ficar perto de um inimigo… Snake espirrará e o alarme não tardará em tocar! Outra coisa interessante: Snake fuma, então, a cada tragada, sua barra de vida diminui. Apesar dos pesares, o cigarro poderá vir a ser útil em certos momentos(como quando você precisar enxergar os raios infravermelhos de um local e atravessá-los sem tocar em nenhum).

Enfim, são muitas coisas legais e novas em apenas um game. É realmente surpreendente!

 

(Só citando mais uma: ao chegar no chefe Psycho Mantis, ele lerá sua mente e fará uns truques. Em um deles, Mantis pedirá para que você coloque o joystick no chão que, assim, ele irá movê-lo só com o poder da mente vibração. Em outro, se tiver qualquer save no seu Memory Card de um jogo aleatório da Konami, Mantis citará o jogo, como podem ver na imagem acima)

Arrow PERSONAGENS – acompanhe a lista dos personagens principais e secundários do game:

Solid Snake

 

 

Meryl Silverburgh

 

 

Otacon(doctor Hal Emmerich)

 

 

Cyborg Ninja(Gray Fox)

 

 

Liquid Snake

 

 

Revolver Ocelot

 

 

Sniper Wolf

 

 

Psycho Mantis

 

 

Vulcan Raven

 

 

Decoy Octopus

 

 

Personagens que se comunicam com Snake via Codec

Colonel Roy Campbell

 

 

Naomi Hunter

 

 

Mei Ling

 

 

Nastasha Romanenko

 

 

Arrow SOBRE O GAME – em Metal Gear Solid você se orientará pelo seu amigão Soliton Radar, um radar que se localiza no canto superior da tela do jogo. Nele, você será o ponto branco. Os demais pontos serão os inimigos, e o espaço na cor azul/amarela que projetará a partir dos inimigos é seu campo de visão, observe:

 

Observe o espaço na cor azul e compare com o espaço na cor verde. Os formatos são, pouca coisa, diferentes, porém os de cor azul são, geralmente, dos soldados e os de cor verde são do formato das câmeras de segurança. No decorrer do game você encontrará com soldados com campo de visão muito maior, mesma coisa para as câmeras de segurança(inclusive algumas estarão armadas e abrirão fogo caso você dê bobeira).

ITENS DIVERSOS – Neste game você encontrará diversos itens, cada um tem lá sua situação em que será usado. Um dos mais valiosos é o diazepam, que fará com que Snake não trema suas mãos quando estiver empunhando uma PSG1(Sniper). Card Box A, B ou C também tem uma utilidade existente além de dar um migué nos inimigos: quando passar de Psycho Mantis, você terá de atravessar um lugar que está infestado de lobos, quando um deles vier te atacar, se “transforme” numa caixa, o lobo vai urinar em você e não te atacará mais.

 

O grande barato do game é a adrenalina de fazer a maior parte do jogo em modo invisível, stealth. É alucinante, sempre dou pulos de susto, quando um inimigo te encontra! É interessante ter de se escorar, abaixar, rastejar, etc,. por mesas, caixas, tambores, paredes, etc, para poder se esconder dos soldados inimigos.

Arrow BRIEFING e EXTRAS – nos vídeos de Briefing, você encontrará algumas explicações para certas coisas que ficam no ar durante o game. Está tudo em diversos vídeos separados.

Arrow VR MISSIONS e ESPECIAL COM CYBORG NINJA – Os VR Mission’s podem ser encontrados, parte deles, no CD do game com diversos modos: com armas, de infiltração, time attack, etc. Há um CD a parte só para estas missões-treino. Ao finalizar, você poderá jogar um pedacinho com o Cyborg Ninja!!

Confiram um trechinho do gameplay com Cyborg Ninja:

Espero que tenham curtido!!

Abraços,

Fúria

 

Publicado em Análise de games | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

[REVIEW] Vagrant Story – Review(Ps1)

 

Arrow Desenvolvedora e Publicadora: Square

Arrow Lançamento: 2000

Arrow Gênero: RPG

Arrow Plataforma: Ps1

Arrow 1 jogador

Arrow HISTÓRIA – Vagrant Story se passa na fictícia cidade de Valendia, onde os VKP(Valendia Knight Peaces) Ashley Riot e Callo Merlose são enviados para o reino de Léa Mondé para investigar o envolvimento do Duque Bardorba com o culto Müllenkamp e o interesse do Cardeal em Sydney Losstarot, líder cultista praticante do Müllenkamp.

Arrow PERSONAGENS E ORGANIZAÇÕES – “O protagonista é Ashley Riot, um agente dos “Valendia Knights of the Peace” (descritos a partir deste ponto como “VKP”), que está no encalço de um líder cultista chamado Sydney Losstarot. Sydney, líder do culto religioso Müllenkamp, atacou a mansão do de Duque Bardorba à procura de uma “chave”, e capturou o filho de Bardorba, o jovem Joshua, nesta investida.

Ashley também possui uma parceira: esta é Callo Merlose, uma agente dos Inquisidores VKP.

Também em busca da captura de Sydney está Romeo Guildenstern dos “Crimson Blades” (“Lâminas Escarlate” em uma tradução rústica), que lidera uma cruzada cuja a qual se iniciou sem a aprovação dos VKP.

Ashley é um “Riskbreaker”, uma divisão militante dos VKP responsável por manter a lei e segurança do estado. Mesmo com Merlose o acompanhando, Ashley não a aceita como companheira em batalhas devido a pouca experiência em combate desta. Merlose acaba como Joshua e torna-se refém de Sydney, descobrindo enquanto o acompanha a verdade sobre as atividades do Culto de Müllenkamp.

Outro “Riskbreaker”, Rosencrantz, surge durante as batalhas de Ashley em Leá Monde, informando-o sobre os planos dos VKPSydney e do Cardeal, e subsequentemente sobre sua participação na tragédia ocorrida no passado de Ashley. Isto injeta suspeitas da parte de Ashley, pelo fato dos “Riskbreakers” sempre agirem sozinhos.

Os “Crimson Blades”, sob ordens diretas do Cardeal Batistum, são um grupo integrante dos “Cavaleiros da Cruz do Cardeal” (“Cardinal’s Knights of the Cross”), e estão a cargo de caçarem hereges e desmantelarem cultos. Romeo Guildenstern, seu líder, é um homem de plena fé, profundamente fiel à suas crenças e consequentemente imune aos Poderes das Trevas. Sob ordens do Cardeal, ele persegue Sydney liderando um pequeno exército de cavaleiros e seus capitães: Samantha (que também é sua amada), Duane (um renomado clérigo), Grissom (que com sua arte de Invocador, flerta com poderes sombrios), Tieger e Neesa (estes útimos grandes guerreiros).

Müllenkamp é um culto fixado em Leá Monde, lugar este que sofreu uma enorme catástrofe quando sua população foi morta no grande terremoto. A cidade, repleta de corpos controlados pelas Trevas, é a fortaleza perfeita para o Culto. Sydney e seu cúmplice, Hardin, sobrevivem à perseguição dos “Crimson Blades”, mesmo Hardin por vezes duvidando das intenções de Sydney”. ” texto por Wikipedia 

Arrow GRÁFICOS – os gráficos são um charme à parte. Pois toda a potência do Playstation fora explorada neste game! Detalhes antes nunca visto, como cabelos que voam, os dedos das mãos desgrudados uns dos outros, etc.

Arrow JOGABILIDADE COMPLEXA – neste game temos comandos dos mais diversos, vamos por partes:

Vagrant Story é um jogo de RPG, com lutas em tempo real com gráficos 3D e rotação em 360 graus. A visão segue em terceira pessoa, podendo ser acionada em primeira pessoa a qualquer momento, para melhor exploração – para isto basta apenas pressionar start.

Ashley pode correr, pular, e empurrar ou empilhar cubos e caixotes para atravessar obstáculos, adicionando elementos de quebra-cabeça e plataforma à jogabilidade. Durante o game, o jogador deve às vezes resolver enigmas com cubos para avançar na história. Quando então ele retornar a uma sala na qual já tenha resolvido o enigma proposto ao menos uma vez, um modo de “Time Attack” chamado “Evolve or Die!” (Evolua ou Morra!) será iniciado. O jogador deve então resolver o enigma chegando à saída oposta da sala, tentando faze-lo no menor tempo possível. Ao terminar o desafio, o jogador é ranqueado conforme seu desempenho. Este mini-game é opcional, e pode ser ativado ou desativado no menu de opções quando desejar.

Batalha

Quando você se depara com um inimigo, pode iniciar o combate imediatamente ao entrar no “Battle Mode” – ou seja – estando com a arma em punho. Nele, quando o jogador pressiona o botão de ataque, uma esfera em “wire frame” surgirá ao redor de Ashley. Ela corresponde ao alcance de seu ataque, sendo os punhos os que tem menor alcance e as bestas possuindo o maior raio de ação. Partes individuais do corpo do inimigo que estejam dentro da esfera podem ser atingidas.

O sistema de batalhas envolve a colocação de vários golpes em sequência, os quais são chamados de “Chain Abilities”. O dano dos ataques vai crescendo conforme o combo aumenta. Este combo já mencionado deve ser aplicado apertando-se o botão do ataque desejado (os quais são configuráveis, com várias possíveis combinações) no timming exato, e isto ocorre quando uma exclamação surge sobre a cabeça de Ashley – o que não dura mais que meio segundo. Cada arma possui um certo ritmo, sendo os punhos os mais rápidos e armas de empunhadura longa as mais lentas.

Em adição às “Chain Abilities”, temos também as “Defensive Abilities”, as quais permitem à Ashley reduzir o dano recebido de um ataque inimigo, refletir parte deste dano ao agressor ou mesmo evitar ser acometido por algum status negativo.

Elas funcionam da mesma maneira que as “Chain”, sendo necessário que o botão do efeito desejado seja pressionado no momento certo (no surgimento da exclamação).

Ashley também aprende ataques chamados de “Break Arts”, com os quais ele pode causar grandes danos – às vezes até em todo o corpo do inimigo ou em mais que um inimigo ao mesmo tempo – ao custo de HP. Cada tipo de arma possui 4 (quatro) “Break Arts” que podem ser aprendidas simplesmente eliminando inimigos com uma arma que pertença àquela categoria.

Magias em Vagrant Story são aprendidas mais tarde no game através do uso de “Grimoires”, que são ítens deixados por certos inimigos. Uma vez que o “Grimoire” é usado, o feitiço nele contido é associado a categoria (escola) correspondente e permanecerá disponível para usos futuros no menu correspondente, ao custo de MP para sua execução. As magias são divididas nas seguintesescolas:

  • “Shaman”: que curam HP e retiram status negativos;
  • “Sorcerer”: que infligem status negativos aos inimigos, ou positivos a você;
  • “Enchanter”: que modificam sua afinidade com elementos e acrescentam dano elemental aos ataques,
  • “Warlock”: onde estão concentradas as magias ofensivas, causando danos elementais entre outros.

Os feitiços de “Warlock” inclusive contam com uma pequena esfera-alvo (que aumenta de tamanho conforme a magia vai ganhando mais níveis) que pode ser posicionada entre inimigos para que sejam atingidos mais de um de uma só vez e na região desejada. Diferente dos ataques físicos, contudo, magias não podem ser incluídas em combos.

O “Risk” é um elemento absolutamente essencial no sistema de batalha. Repare na existência de uma barra de Risk que fica posicionada abaixo das de HP e MP, representando os pontos de risco que o jogador já acumulou. Pontos de Risco (ou “Risk Points”), afetam na concentração de Ashley. Quanto mais você ataca a um oponente, mais destes pontos são acumulados — baixando assim a taxa de acerto e suas defesas. “Chain” e “Defensive Abilities” aumentam o Risk mais rápido que ataques comuns, enquanto que “Break Arts” não interferem no Risk. Ataques e magias inimigas causam mais dano se o jogador estiver com um alto índice de Risk. A vantagem de um Risk alto, no entanto, é que as chances de acertar um ataque crítico e de recuperar mais HP com suas curas aumentam bastante.

Um dos pontos que mais chamam a atenção em Vagrant Story é sua dificuldade arrasadora contra certos inimigos, principalmente chefes, exigindo o máximo do jogador em quase todo o tempo.

Destes “Chefes” podemos citar toda sorte de Dragões e Avatares de Divindades (como a deusa hindu Kali, ou os Elementais Supremos como Ifrit e Daimao), além de uma grande diversidade de criaturas gigantescas, armaduras amaldiçoadas e muitos outros perigos.

Itens

O sistema de forjas de Vagrant Story permite ao jogador criar e customizar suas próprias armas e armaduras em “Workshops” espalhados pelo jogo, alterando suas forças, atributos e estatísticas. Armas são divididas em 3 principais categorias: Blunt (Contusão), Piercing (Perfuração), e Edged (Corte). Equipamentos são influenciados pelo material do qual são feitos e à afinidade com elementos e classes de inimigos.

Afinidades influenciam na efetividade de armas e armaduras, porém um equipamento ao ganhar mais pontos em uma afinidade ou classe de inimigo perde pontos em outra – tal qual uma balança. Armas e armaduras podem também serem fundidas, aumentando ainda mais a gama de possibilidades de combinações.

Arrow GAMEPLAY

Publicado em Análise de games | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário