[Fúria: blog sobre games] F-Zero e F-Zero 2 – SNes

do fórum #RetrogamesBrasil

F-Zero foi o cartão de apresentação do Super Nintendo. Uma forma de mostrar para os consumidores o porque deveriam comprar um Super Nintendo. É no Super Nintendo que F-Zero mostra de forma núa e crúa a capacidade do chip Mode 7, presente em vários jogos da linhagem 1990/1991. F-Zero é o jogo que ninguém entende os motivos da Nintendo demorar tanto para fazer novas versões. E quando faz é sempre na entrada de uma nova geração. Não digo qualquer geração, mas quando a Nintendo, no ponto de vista da fabricante, percebe que conseguiu fazer algo diferente do que tinha sido feito em seus antigos consoles.

O jogo foi lançado em 1991 no Super Nintendo, porém, o que talvez poucos devem saber, é que o jogo chegou a ganhar uma, segunda versão, chamada F-Zero 2 Grand Prix, isso ocorreu em 1997. Muitos de nós já estávamos ocupados com PSX e N64, no entanto no Japão, o Super Nintendo usufruía de algo que para nós brasileiros é considerado uma relíquia, o Satellaview. O aparelho era engatado na parte inferior do Super NES. Àqueles que tivéram o videogame ou chegaram perto de um, já devem ter perguntado à sí mesmos: “Para o que serve esta portinha aqui embaixo?”

Pois é, o Satellaview fazia o trabalho de conectar o Super Nintendo na internet em uma rede especial exclusiva da Nintendo. E foi em 1997, que a Nintendo resolveu atualizar o F-Zero com F-Zero 2 Grand Prix.

O jogo vale a pena pela curiosidade, porque não passa de uma atualização contendo, carros remodelados no estilo visual de Donkey Kong Country e apenas, uma nova Liga para jogar com continuações de pistas que não existiram na versão original, são elas: Mute City 4, Big Blue 2, Sand Storm 1, Silence 2 e Sand Storm 2. Algo parecido aconteceria no N64 também, com a ajuda do 64DiskDrive(64DD), através de uma conexão pela internet, a Nintendo adicionaria conteúdos novos para o game F-Zero-X, idéia que foi esquecida, talvez para não cometer o mesmo erro com o F-Zero 2, considerado totalmente desconhecido por muitos. As pistas são ótimas, pena que não tornaram este, um jogo completo.

:sfamicon: :sfamicon: :sfamicon: :sfamicon: :sfamicon: :sfamicon: :sfamicon:

Esta matéria é originária do blog: http://marvoxbrasil.wordpress.com/

Anúncios
Esse post foi publicado em Análise de games, Portal Retrogames Brasil. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s